Botuver
Casa Enxaimel

Home > Municipio

Botuver

Botuver | Santa Catarina
 
A colonização da região começou com a chegada de imigrantes italianos que chegaram ao Porto de Itajaí por volta de 1876. Os primeiros imigrantes seguiram até Brusque e se alojaram em barracas e barracões na localidade, hoje, de Águas Claras. Em seguida, com o uso de canoas e balsas improvisadas, subiram o Rio Itajaí-Mirim e se fixaram nas terras que denominaram "Porto Franco", hoje Botuverá.
 
Ao chegarem nesta região, iniciaram construção de seus novos lares e sítios. Deram início ao desbravamento das matas, deram os primeiros passos para agricultura, que se tornou o marco econômico da população botuveraense até os nossos dias.
 
Não há fontes seguras dos nomes dos primeiros imigrantes de Porto Franco. De acordo com informações dos mais antigos (descendentes diretos), foi possível confirmar que entre os pioneiros vieram as famílias, Bósio, Bonomini, Pedrini, Molinari, Tirloni, Aloni, Gianesini, Betinelli, Raimondi, Rampelotti, Dognini, Morelli, Tomio, Maestri e Comandolli, num total de trinta e três famílias.
 
Cada família procurou um local para se estabelecer, delimitou e formou ali sua propriedade. Outras levas de imigrantes vieram. Ocuparam outras localidades como Águas Negras, Ribeirão do Ouro, Lageado, estabelecidas no Vale do Itajaí-mirim.
 
O topônimo Botuverá é uma palavra na língua Tupi-Guarani que significa "Bons Brilhantes". Nome Botuverá foi originado em consequência da existência de vários minérios no município, principalmente o ouro, que já foi um minério muito extraído, e foi uma das principais atividades econômicas do município. 
 
Nota: as informações do município de Botuverá foram fornecidas pela sua Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Esporte e, em parte, coletadas dos Atrativos Turísticos do Município.
 

Clicando nas imagens abaixo, elas se ampliarão e darão condições de visualizar as legendas.